Sem categoria

Qual a diferença da estufa de esterilização para forno mufla?

forno mufla

Qual a diferença da estufa de esterilização para forno mufla?

Existe uma vasta variedade de equipamentos para laboratórios, suas funcionalidades variam de acordo com o equipamento, muito utilizados são câmaras de temperatura, como a estufa de esterilização e secagem e o forno mufla.

Como se trata de laboratórios, a elevação controlada de temperaturas é bastante utilizada em função de várias metodologias que se aplica, os níveis costumam ser mais elevados e por este motivo são necessários equipamentos próprios para suportar essas temperaturas.

Dois equipamentos que iremos falar são, a estufa de esterilização e secagem e o forno mufla, que apesar de terem o foco na elevação da temperatura, possuem as suas particularidades.


Como funciona a estufa de esterilização e secagem?

As mais simples funcionam através de circulação do ar seco e quente por convecção, outras já dispõe de circulação forçada e até com renovação de ar.

Ligado a eletricidade proporciona alta temperatura, acima de 100°C promove a secagem das vidrarias e acima de 170°C por mais de duas horas, é capaz de eliminar manifestações biológicas, inclusive esporos de dentro de vidrarias, embalagens e até dos instrumentos de uso do laboratório.

Quando necessário faz se o uso de ventiladores para resultar em homogeneidade térmica mais eficaz e ar renovado.

Especificações Técnicas da Estufa de Esterilização com Circulação e Renovação de Ar:

Temperatura de TrabalhoAmbiente +5°C até 200°C
Controle de TemperaturaAnalógico ou Digital PID com autotuning
Resolução0,1°C para indicação de temperatura de processo
TimerSe necessário as digitais têm programação de 1 a 9999 minutos de 1 em 1 minuto
Indicação de ProcessoLED
Sensor de TemperaturaPT 100
Cabo de AlimentaçãoCom plug de 3 pinos, duas fases e um terra, NBR 14136
Homogeneidade Térmica+/- 4°C
Precisão do Sistema+/- 1°C
Isolamento TérmicoLã de vidro, inclusive nas portas
Circulação de ArForçada no sentido horizontal através de micro ventiladorespara homogeneização da câmara
Renovação de ArDispositivo regulável para renovação de ar do interior da câmara
Sistema de AquecimentoResistência blindada
Alimentação110V ou 220V – definir

Para que serve o forno mufla?

Por trabalhar em temperaturas superiores a 500°C tem se dado mais atenção ao meio de isolação térmica para evitar o superaquecimento na área externa do forno, e reduzir gastos excessivos de energia.

Muito utilizado para calcinação para realização de análises químicas de substâncias complexas e na quantificação de metais.

Pode ser usado em indústrias e em laboratórios, seu material é composto por uma caixa em chapa de aço carbono, cerâmicas refratárias, resistências potentes, isolamento com lã de rochas de alta densidade e protegido com o uso de pintura epóxi eletrostática.


Especificações Técnicas do Forno Mufla para Laboratório:

Temperatura de Trabalho100°C até 1200°C
Volumes6,7L e 16L
Indicador de DigitalMicroprocessado digital com PID e autotuning
TimerProgramável de 1 a 9999 minutos de 1 em 1 minuto
DisplayDisplay LED 4 dígitos
FunçõesRampas e patamares
Resolução1°C
Precisão de Controle+/- 1°C
Sensor de TemperaturaTipo K
Liga/DesligaChave
Cabo de AlimentaçãoCom isolamento duplo, duas fases e um terra, sem plug
Sistema de AquecimentoResistência fio Kanthal
Tensão220V – bifásico

Qual a diferença entre a estufa e a mufla?

Temperatura de trabalho, isolamento e tamanho são as principais diferenças.

Estufas são equipamentos maiores que fornos muflas e trabalham com temperaturas até 300°C, ou seja, para baixas temperaturas, enquanto fornos muflas é para trabalhar com altas temperaturas, acima de 500°C, seu isolamento térmico é preparado para essa finalidade.

Quer adquirir o seu mufla ou a sua estufa?

Conheça os produtos da Hipperquímica que tem mais de 30 anos de mercado e sempre entrega qualidade, também pode solicitar pelo e-mail [email protected] ou pelo telefone (15) 3266-4300.

Leia também: Diferença entre Capela de Exaustão, Cabine Fluxo Laminar e Cabine de Biosegurança

Leave your thought here

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×